• Superior Secundário MEG

FOTOS
VÍDEOS

Museu com acervo da Revolução de 1932 estará aberto durante toda semana, na Casa da Cultura de Lorena

05/07/2017

Domingo, 9 de julho, é dia de relembrar um dos principais conflitos envolvendo o Vale do Paraíba e o Estado de São Paulo: A Revolução Constitucionalista de 1932.

Em alusão à data, o Museu “Fragmentos da Revolução” estará aberto durante toda semana, das 10h às 12h e das 14h às 16h, na Casa da Cultura de Lorena. No museu, os visitantes encontrarão artefatos raros de guerra, documentos, medalhas, armamento, fardamento e curiosidades sobre o conflito que completa 85 anos em 2017, e resultou na morte de mais de 600 pessoas e na participação das tropas revolucionárias do Vale do Paraíba em 87 dias de conflito. O objetivo era derrubar o governo provisório de Getúlio Vargas e convocar uma Assembleia Nacional Constituinte.

Com um acervo de mais de cem peças que contam a história do Exército Brasileiro, a exposição foi montada pelo ex-paraquedista do Batalhão Suez da Organização das Nações Unidas (ONU), José Maria de Azevedo Paiva.

No dia 1 de julho, foi realizado o hasteamento da bandeira do Estado de São Paulo na Casa da Cultura, em abertura à Semana da Revolução de 1932. Além do  horário especial de atendimento durante esta semana, todas as quartas-feiras, das 9h às 19h, o museu fica aberto ao público para exibição gratuita do acervo.

Os interessados podem agendar visita monitorada na Casa da Cultura, pelo telefone 3153-1518 ou pelo e-mail cultura@lorena.sp.gov.br. A Casa da Cultura está localizada na Rua Viscondessa de Castro Lima, no centro.

16252432_765645960271247_8043848852806171610_o

16177533_765645906937919_909379576109645472_o

 

16299932_765645873604589_5237613435123141031_o

 

Fotos: Cláudio Ribeiro e Wagner Silva

MAIS LIDAS