• Superior Secundário MEG

FOTOS
VÍDEOS

Cinco acusados por homicídios na cidade têm suas prisões decretadas

09/10/2015
Foto: Graziela Staut
Não é todo dia que se tem notícia de cinco prisões preventivas por homicídio decretadas. Este é o resultado da finalização da Operação Sinal da Cruz, realizada pela Polícia Civil de Lorena.
Coordenada pelo delegado titular da cidade, dr. Ernani Ronaldo Giannico Braga – com apoio irrestrito de sua equipe da Polícia Civil, e também do Cap Sérgio Israel, comandante da Força Tática da PM de Lorena, e todos os seus policiais –, a Operação Sinal da Cruz tinha como objetivo a prisão de diversos indiciados do Bairro da Cruz e Vila Passos, suspeitos de diversos homicídios na cidade.
Após intenso trabalho de investigação, cinco acusados tiveram a prisão preventiva decretada nesta quinta-feira, 8 de outubro: J.F.S. (22 anos), J.S.R. (vulgo “Bebé”, 21 anos), J.R.A. (vulgo “Jhoninho”, 24 anos), D.R.P. (vulgo “Doguinha”, 22 anos) e M.A.V.S.A. (vulgo “Kikinho”, 25 anos). Destes, dois já foram presos. Os outros três continuam sendo procurados pela Polícia.
Para dr. Braga, essas prisões são extremamente importantes para a segurança pública na cidade. Afinal, criminosos soltos nas ruas têm a possibilidade de cometer novos crimes, inclusive outros homicídios. O delegado lembra, porém, que os acusados só serão considerados culpados após o devido processo legal, que vai tramitar no Judiciário.
A Operação Sinal da Cruz, que desencadeou toda essas prisões, é resultado da ação de dr. Braga e equipe, na cidade de Lorena, desde meados de abril de 2015, combatendo intensamente e primordialmente os crimes de homicídios, que assustam e trazem sensação de insegurança na população.
Sempre que entrevistado, o delegado faz questão de registrar que não trabalha sozinho: “O trabalho em conjunto é que torna possível resultados positivos. Isso inclui toda a nossa equipe da Polícia Civil, com a parceria essencial do Cap Sérgio e a Força Tática, e também do Cap Nogueira, comandante da 1a Cia. da Polícia Militar de Lorena”, afirma. 
Os procurados, quando presos, serão encaminhados ao sistema prisional, onde permanecerão cautelarmente até o julgamento.
Vale registrar ainda que, dos últimos homicídios cometidos na cidade de Lorena, estão todos esclarecidos, inclusive o que ocorreu no início desta semana, no bairro Cabelinha. No entanto, mais informações não podem ser divulgadas para não prejudicar as investigações.

MAIS LIDAS